Google+ Followers

sexta-feira, fevereiro 26

Temporal na Madeira: o esquecimento do Jardim do Mar e do Paúl

Os jardineiros e pauleiros, na prática, ficaram tão encurralados como os residentes no Curral da Freiras

Há residentes do Jardim do Mar e Paúl do Mar que se têm queixado de terem sido um tanto esquecidos, no seu isolamento, bloqueados pelas diversas quebradas e deslizamentos de terras, no passado sábado e dias seguintes.
No meio da abundância de notícias sobre o temporal na Madeira , alguns sítios ficaram completamente esquecidos. A pequena freguesía do Jardim do Mar ficou completamente isolada durante  vários dias e á mercé dos elementos sem que ninguém se preocupasse em saber os efeitos  do temporal,naquela região. Felizmente não houve nenhúm morto a lamentar no entanto as águas invadiram a freguesía onde os moradores  em conjunto se dedicaram a desviar as águas para que estas não soterrassem as suas casas.
O jardim ficou assim completamente isolado e sem comunicações telefónicas ou internet.
Estractos retirados e mais informação  sobre o Jardim do mar aqui:
http://olhodefogo.blogspot.com/
 O desabamento de terras que impediu a única via de ligação para  o Jardim do Mar

Barreira com sacos de areia na entrada do Jardim do Mar, para desviar as águas que venham a acumular-se na estrada.
 Pode ver-se bem uma das derrocadas na rocha que rodeia o Jardim.

As atenções estão concentradas, é claro, nas zonas mais fustigadas pelo temporal de sábado, mas há pequenas desgraças noutros sítios. No mesmo sábado, morreu um trabalhador (calhetense) dos serviços de limpeza das estradas do GR, atingido por uma pedra, no acesso ao Paúl do Mar e Jardim do Mar pela Fajã da Ovelha.