Google+ Followers

domingo, janeiro 24

Mensagem de Mahatma Gandhi

"A Paz no mundo começa dentro de mim,
quando me aceito de corpo e alma e reconheço os meis defeitos com paciência e calma.
E, em vez de me fragmentar em mil pedaços,
eu me coloco inteira no que penso, sinto e faço... passageira no tempo e nos espaço.
Sem nada para levar que possa me prender.
Sem medo de errar e com muita vontade de aprender.
A Paz no mundo começa entre nós,
quando eu aceito seu modo de ser...
sem me opor ou resistir e reconheço tuas virtudes sem te invejar...ou me retrair.
Eu faço das nossas diferenças a base de nossa convivência.
E em lugar de te dividir em mil personagens, consigo ver-te inteiro...despido...real.Sem nenhuma maquiagem.
Companheiro da mesma viagem, no processo de aprendizagem do que é ser gente!
A Paz no mundo começa, quando as palavras se calam e os gestos se multiplicam.
Quando se reprime a vergonha e se expressa ternura.
Quando se repudia a doença e se enaltece a cura.
Quando se combate a normalidade que virou loucura.
E se estimula o desejo de melhorar a humanidade... de construir uma outra sociedade com base numa outra relação, em que amar é regra e não mais exceção.
Se eu pudesse deixar algum presente para você, deixaria aceso o sentimento de amar a vida dos humanos.
A consciência de aprender tudo o que foi ensinado pelo tempo a fora...
Lembraria de erros que foram cometidos para que não mais se repetissem.
A capacidade de escolher novos rumos.
deixaria para você, se pudesse, o respeito àquilo que é indispensável:
além do pão, o trabalho,
além do trabalho, a ação.
E, quando tudo mais faltasse, um segredo:
O de buscar no interior de si mesma, a resposta e a força para encontrar uma saída.