Google+ Followers

quinta-feira, maio 14

Caminhar...

Quando um homem se põe a caminhar
deixa um pouco de si pelo caminho,

Vai inteiro ao partir repartido ao chegar
O resto fica sempre no caminho

Quando um homem se põe a caminhar.

Fica sempre no caminho um pouco mais
Do que tinha ao partir do que tem ao chegar
Fica um homem que não volta nunca mais
Quando um homem se põe a caminhar.

Vão-se os rios sem margens para o mar
Ai rio da memória: só imagens
O mais é só um verde recordar é um ficar(sem as levar) nas verdes margens
Quando um homem se põe a caminhar.

Manuel Alegre in Um Barco Para Ítaca